Construir uma Impressora 3D

Sendo um entusiasta do mundo Maker e DIY, sempre achei divertida a ideia de ter uma impressora 3D em casa para criar os meus próprios projectos. Como muitas pessoas que pretendem usar esta tecnologia sem gastar muito dinheiro decidi comprar uma Anet A8.

Após muita calibração consegui imprimir algumas peças para a própria impressora de modo a melhorar a sua qualidade. No entanto, ao fim de algum tempo, por maior que fosse a calibração a qualidade de impressão ficava muito a desejar. Depois de várias tentativas decidi transformar a minha impressora numa Hypercube, como a da imagem.ddd371e3513ea0369eb8198b37e31a2b_preview_featured

Aproveitei os componentes electrónicos da Anet e comprei os perfis de alumínio na RatRig (empresa portuguesa), mas como iria imprimir as peças 3D sem uma impressora funcional?

Com uma pesquisa rápida pela net fiquei a conhecer a FabLab Lisboa e os serviços que disponibilizam. Fiz então a reserva da impressora 3D indicando o meu projecto. Na 3ª feira seguinte, sendo um open day, lá fui eu à FabLab Lisboa pedir para imprimir as peças. O espaço é bastante amplo e cheio de máquinas, um sonho para qualquer maker.

Fui recebido pelo sr. Carlos que me explicou os procedimentos. Esclareci qual era o meu projecto e logo de seguida as peças começaram as ser imprimidas. Como eram bastantes peças um dia não chegaria para imprimir tudo. Devido ao calendário livre da impressora 3D e por simpatia, o sr. Carlos disse-me que iria imprimir as peças tanto na 3ª como na 4ª, mesmo não sendo um open day, e que poderia levantar as peças na 5ª feira. Agradeci o gesto e voltei na 5ª para recolher as peças impressas.

A qualidade de impressão era 5 estrelas. Nesse fim de semana, com grande parte das peças imprimidas, comecei a construir a impressora (a minha Hypercube na foto) mas apercebi-me que o projecto que estava a usar como base usava tubos de alumínio e bearings com diâmetro diferente dos que são usados na Anet. 20181209_132556

Refiz algumas das peças e voltei na 3ª feira seguinte para imprimir mais peças. Novamente com muita amabilidade, o sr. Carlos disponibilizou-se a imprimir as peças na 3ª e 4ª feira. Voltei na 5ª para levantar as peças recém-impressa.

Com a ajuda da FabLab consegui concluir este projecto com sucesso: a Hypercube é bastante mais estável que a Anet por ter uma estrutura em cubo e o movimento da heatbed é feito apenas no eixo de Z (CoreXY) permitindo velocidades de impressão superiores.

Só me resta agradecer à FabLab Lisboa, especialmente ao sr. Carlos, por darém a possibilidade à comunidade maker local de criarem os seus projectos. Obrigado!

Deixo mais algumas fotos para os curiosos. Bons projectos!

  20181209_132635 20181209_13264820181209_132612